domingo, 12 de agosto de 2012

Desabafo.



Primeiramente, quero parabenizar a todos os atletas brasileiros que foram lá e, mesmo SEM PATROCÍNIO NENHUM DO GOVERNO (que diz que investiu 2 milhões nos atletas - só se for nos jogadores de Futebol, que, por sinal, nem a medalha de ouro conseguiram ganhar, né?), conseguiram trazer medalhas para o Brasil. Brasil esse que se "prepara" para as Olimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016. Parabéns, guerreiros, por terem nos representado, mesmo sabendo que, daqui a pouco tempo, serão esquecidos e o povo só se lembrará de vocês nas próximas olimpíadas (e olhe lá).
Mas, acima de tudo, eu gostaria de pedir desculpas a todos vocês, heróis, por nossa total falta de incentivo, nossa falta de apoio, por nossa ignorância. Ignorância, sim, por só sabermos criticar quem está ali para nos representar sem saber da dificuldade que é chegar numa olimpíada sem poder contar com mais ninguém a não ser a si próprio e sua força de vontade.
Pra mim, é inadmissível que um país, que tem mais de 190 milhões de pessoas, leve uma delegação com mais de 250 atletas e saia com apenas 16 ou 17 medalhas. E, pior ainda, é ver o senhor Ministro do Esporte se "indignando" com o desempenho do Brasil nos Jogos. Pra começar que, uma pessoa que NÃO FAZ ABSOLUTAMENTE NADA PELO ESPORTE BRASILEIRO não pode falar nada. Tem ficar bem quietinho, isso sim.
Quando eu era criança, sonhava e até costumava imaginar que estava em uma olimpíada quando tinha alguma competição na escola. Até quando competi na Natação, já adulta, imaginei isso. Quando ganhei minha medalha na Maratona Aquática (prova na qual competi com a Poliana Okimoto, que, por sinal, esteve nas Olimpíadas), era como se eu estivesse ganhando uma medalha olímpica, mesmo sabendo que jamais chegaria a estar em uma. Sei que jamais poderei competir em olimpíadas, mas era assim que me sentia.
Sabe, eu ainda sonho, e muito, em ver o Brasil fazendo bonito nas Olimpíadas. Sei que isso é um sonho distante. Já estou até vendo os atletas daqui fazendo feio no Rio, em 2016. Espero estar enganada. E o pior de tudo é que a culpa não será deles, e muita gente irá criticá-los, vaiá-los, crucificá-los. É assim que funciona. Mas, incrível, não vejo nenhuma dessas pessoas que vivem criticando-os indo lá torcer por eles em alguma competição. É aquela velha história: criticar é fácil, mas ir lá e fazer melhor, ninguém vai.
Sei que o nosso país tem muitas prioridades, como a Educação e a Saúde, fora Segurança, enfim, mas o Esporte, como sempre digo, também deveria ser prioridade. Porque o esporte é sinônimo não só de competição, mas, principalmente de saúde e, claro, de educação. O esporte engrandece o ser humano. Acho que deveriam implantar, por exemplo, Atletismo nas escolas. As crianças deveriam aprender que não é só de Futebol que nosso país vive. Não é só Futebol que presta. Eu gosto muito de Futebol, claro, mas amo Natação, Jiu-Jitsu, Voleibol... se eu pudesse, praticaria vários esportes.
Nosso país, por ser a sede dos próximos Jogos Olímpicos, já deveria ter lançado algum programa de incentivo ao esporte há, no mínimo, dez anos atrás. Para começar a formar atletas olímpicos desde cedo. Mas parece que tudo o que importa para os nossos governantes é ganhar dinheiro em cima do povo brasileiro. E, sabe o que é pior? O próprio povo não faz nada. Depois ainda querem reclamar porque o Brasil não vai bem em olimpíadas. É isso que mais dói. Espero que isso mude, algum dia.
Mas enfim... mais uma vez, parabéns a todos os atletas que estiveram em Londres nos representando. Parabéns aos medalhistas olímpicos. Até aos jogadores de Futebol que, mesmo não levando o Ouro (não fariam mais do que a obrigação), ao menos ganharam medalha. Parabéns aos "desconhecidos" que foram lá e supreenderam o mundo (como a Sarah Menezes, o Esquiva Falcão e o Arthur Zanetti, fora outros). Parabéns a vocês, heróis, guerreiros, que souberam nos representar. Mais uma vez, peço desculpas por nossa total falta de interesse e incentivo. E obrigada por tudo. Vejo vocês em 2016. E, claro, espero ver novos atletas fazendo bonito no Rio de Janeiro.
Beijos à todos.
Tais Cristina.

sábado, 4 de agosto de 2012

A despedida do mito Michael Phelps.


Ontem, foi o último dia da natação nos Jogos olímpicos de Londres. Não consegui ver todas as provas, mas consegui ver a despedida triunfal de Michael Phelps. Foi no Revezamento 4 x 100 Medley. A prova começou com Matthew Grevers no nado Costas, depois foi a vez de Brendan Hansen no nado Peito, e eles, até então, estavam sendo superados pelos japoneses, até que Michael Phelps, com seu nado Borboleta, superou o japonês Takeshi Matsuda nos últimos 50 metros, e Nathan Adrian fechou a prova, dando (mais um) ouro à Michael Phelps. E, claro, aos EUA. O Japão ficou com a Prata e a Austrália com o Bronze.
Foi uma despedida fenomenal, com "chave-de-ouro" (ou melhor: "medalha de ouro") para o maior nadador de todos os tempos. Quando terminou a prova, fiquei feliz pelo Phelps, mas ao mesmo tempo, triste. Pois, naquele momento, eu sabia que aquela seria a
última vez que assistiria Michael Phelps competindo. Eu sabia que, depois desse dia, nunca mais veria Phelps em uma olimpíada. Ele irá fazer muita falta ao mundo da Natação, pois é o maior exemplo a ser seguido. Maior atleta de todos os tempos e, mesmo quando teve aquele caso com as drogas (em 2008 ou 2009, nem lembro), nunca deixei de apoiá-lo e isso nunca tirou o fato de ele ser o melhor. Michael Phelps: 22 medalhas olímpicas, sendo 18 de ouro. Inúmeras outras medalhas em campeonatos nacionais e internacionais. Maior nadador que já existiu no mundo (e vai ser muito difícil alguém superá-lo). Minha maior inspiração na Natação. Parabéns e obrigada por tudo. Tu realmente fará muita falta nas próximas olimpíadas, cara. :')


E, quanto ao fato de o César Cielo não ter conseguido o Ouro nos 50m livre, na sexta-feira... vejo muita gente reclamando, dizendo que ele "decepcionou o Brasil"... Engraçado que essas mesmas pessoas só se lembram dele em época de Olimpíadas, né? E outra: tudo bem, todo mundo esperava vê-lo no lugar mais alto do pódio, mas pelo menos o cara ganhou uma medalha! E acho que vocês deviam dar é GRAÇAS À DEUS por ele e pelos outros atletas que, apesar de não terem NENHUM APOIO DO GOVERNO BRASILEIRO, vão lá e ganham medalhas. Esses pseudo-críticos deveriam calar bem a boquinha, enfiar o rabinho entre as pernas e saírem andando.
Beijos à todos, ao Michael Phelps, ao César Cielo, ao Thiago Pereira, ao mijão do Ryan Lochte e à todos os nadadores do Brasil e do mundo.
Tais Cristina.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

E DEU CIELO!!! EM SEXTO!!!



Pois é... não foi dessa vez que vimos César Cielo ganhar o Ouro olímpico nos 100m Livre (em Beijing 2008, ele ganhou a medalha de Bronze). Fiquei esperando o dia todo só para ver essa prova, na esperança de ver o Cesão ganhar uma medalha (talvez ele não ganhasse o Ouro, mesmo, pois o favorito era o nadador australiano James Magnussen, que ficou com a Prata. A prova foi vencida pelo americano Nathan Adrian). Mas não deu dessa vez. Ontem, ele nadou superbem, classificou-se com tranqüilidade e nós, brasileiros, estávamos muito confiantes de que ele ganharia mais uma medalha para o Brasil (que parece que ficou estagnado nas 3 medalhas que ganhou no primeiro dia de Olimpíadas, né? ¬¬'). Tanto que se via muitas bandeiras do Brasil lá, enfim...

Quando eles entraram, eu tremia mais do que vara verde, pois pensei: "É agora que o Brasil sai das 3 medalhas!". Quando começou a prova, e o Cielo na frente, fiquei estagnada no sofá, sem respirar, só esperando para gritar: "É OURO, CARÁI!!!!". Mas aí, nos últimos metros, quando vi que ele não chegaria na frente, já comecei a desanimar, mas ainda esperava que ele ganhasse medalha. E, quando acabou a prova, e vi que o Cesão chegou em SEXTO LUGAR, falei: "O QUÊ??? SEXTO LUGAR???". Pois foi isso mesmo: César Cielo, medalha de Bronze nos 100m Livre em Beijing, chegou em 6º lugar em Londres. Sei que essa não é a prova favorita dele, mas, pô... o cara é recordista mundial dessa prova, né? Podia ganhar pelo menos um Bronze! Tudo bem que os outros nadadores foram muito bons, muito rápidos, aliás, nunca vi uma final de Natação ter um nível tão alto como esse, onde TODOS os nadadores tiveram chances de medalhas. Mas enfim...
Agora, é focar nos 50m Livre, né? Prova que ele prometeu defender o Ouro conquistado em 2008. É claro que torcerei para ele ganhar, mas... olha... do jeito que tá, não duvido que... bom, deixa pra lá, nem quero pensar nisso. :(

Amanhã tem Thiago Pereira tentando mais uma medalha. 200m Medley. Contra Michael Phelps e Ryan Lochte (favoritíssimo ao ouro)... é, vamos ver o que acontece. xD
Beijos à todos.
Tais Cristina.