quinta-feira, 21 de maio de 2009

Nadando os 4 estilos - Parte 2



Bom...Como eu disse, na outra postagem, vou falar sobre o Nado Costas, agora.

PRIMEIRA PARTE: O corpo esta em decúbito dorsal (de barriga para cima), com o abdôme paralelo a superfície da água. A cabeça deve estar numa posição confortável e o olhar a 45º da superfície da água.
SEGUNDA PARTE: Na fase submersa, o braço encontra-se no prolongamento do corpo e a mão em linha com o ombro, com o dedo mínimo virado para o fundo da piscina.
TERCEIRA PARTE: A pegada inicia nesta posição com a mão se dirigindo para fora do alinhamento do corpo em direção de baixo para cima, fazendo uma puxada onde o cotovelo deverá estar voltado para o fundo da piscina, finalizando com um movimento do punho, empurrando a água até a altura da coxa.
QUARTA PARTE: A recuperação é feita com o polegar rompendo a água. O braço sai da água liderado pelo ombro e permanece estendido até atingir a altura máxima (90º da superfície da água). Quando a mão estiver na altura do ombro, esta faz uma rotação. A palma da mão estará voltada para fora, fazendo com o dedo mínimo entre primeiro na água. As pernas atuam alternadamente, sempre semi-flexionadas. O ideal é seis pernadas para um ciclo de braçadas.
QUINTA PARTE: A respiração para iniciantes deve ser feita inspirando pela boca e expirando pelo nariz. Não deixe o quadril afundar, nem o joelho sair da água.
SAÍDA DO NADO COSTAS: 1) O nadador sai no nado de costas dentro d'água, olhando para a parede de partida e deve permanecer sobre as costas, exceto quando executa a volta. Ao tomar a posição de saída você precisa estar na posição regulamentar, isto quer dizer, os dedos dos pés dentro d´água. Você deve recolher o seu corpo junto ao bloco de partida e estar pronto para explodir. Não fique muito contraído. Também não coloque muita pressão nos seus pés pois isso aumenta (e muito) o risco de escorregar na borda.
2) Ao executar a saída, a intenção é entrar na água num só buraco. Dentro deste buraco entraria primeiro os seus braços, cabeça, seu corpo e até mesmo seus pés sem qualquer outro movimento extra na entrada na água.A pior coisa que você pode fazer na saída de costas é arrastar o seu corpo na entrada da água, perdendo toda a velocidade e a potência desenvolvida na saída. Afim de garantir esta entrada "perfeita" é muito importante o movimento de arco que o corpo desenvolve após deixar a borda. Você pode maximizar ainda mais este arco com uma contração dos glúteos no movimento deixando ele ainda mais perfeito.
3) A intenção é pefeição, por isso, detalhes precisam ser maximizados. Ao realizar o vôo para trás, normalmente nos concentramos muito nos membros superiores, e acabamos "arrastando" os pés na água, diminuindo por completo a potência de nossa saída. Assim, não limite toda sua atenção nos movimentos com os braços esquecendo dos pés.Pense nos seus pés como se fossem o fim de um chicote, dando uma pequena jogada para cima antes da entrada na água. Isso vai facilitar ainda mais o movimento do arco de entrada na água
4) Logo na entrada do corpo na água, o movimento é a certeza da continuação do movimento de saída. De nada adianta um movimento perfeito de saída e vôo, uma entrada melhor ainda para um deslize sem qualquer posição de streamline. É como se jogássemos tudo fora após realizar o mais difícil. Um bom streamline é a certeza da otimização de uma boa saída.
5) Muitos nadadores só conseguem se manter na sua atividade de pernada submersa soltando bolhas durante os movimentos até submergirem. O ideal seria manter o movimento sem qualquer exalação de ar, o que ajuda na manutenção do movimento e da velocidade.Outro detalhe bem técnico desta fase, é tentar manter uma contração nos músculos faciais e narina afim de minimizar a área exposta a resistência incrementando a velocidade do streamline.
6) Na subida para a superfície, o nadador deve expelir o ar que mantém acumulado desde o início da saída para no seu primeiro movimento de nado estar apto a fazer uma pegada de ar puro.

Veja este vídeo para entender o que eu quis dizer:

Bom, é isso. O próximo post será sobre o Nado Borboleta.
Beijos à todos.
Tais Cristina.

13 comentários:

Jessica Berdych Laviere disse...

Bem interessante vc querer explicar um pouco do seu esporte,só achei o texto um pouco longo e talvez cansativo.
O que não tira a credibilidade dele.

Boa sorte!e sucesso!

Gregory Vancher disse...

Interessante a explicação técnica dos nados.
Talvez possa soar um pouco entediante para os leigos no assunto, mas como este é um texto direcionado a certo público, é normal que isso ocorra.

Rosangela A. Santos disse...

Nossa uma aula sobre natação .. muito legal ..

Ago5ra será que consigo na pratica fazer só um pouquinho do que foi explicado??r srsr

Abç. e sucesso!!

Anônimo disse...

Bem bacana, gostei do teu blog! Beijo!!

Steven SK disse...

Eu acho esse esporte...mas não sei nadar....maldade no coração, mas acho um dos esportes maiss incriveis...


abraçoss....

Rubens disse...

Nossa gata valeu pela informação, para quem quer se atualizar sobre o mundo da natação seu blog é o oficial, gostei do post pois você descreveu cada nado de forma simples e que nós leigos no assunto possamos entender.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

Rafa Amaral disse...

Acho necessário dom e muita paixão para escrevermos sobre o que a gente gosta. Vc demonstra grande paixão pelo esporte. Parabéns!!!! Venha conhecer meu blog, é de cinema.

http://cinemasemtempo.blogspot.com/

Groo disse...

Oi, Taís.

A explicação está muito técnica, mas o vídeo ajuda a entender. Na verdade o bom mesmo é praticar...rssss e eu que sequer sei nadar, imagine!

Mas é isso, boa sorte e parabéns pela dedicação!

abs

Aflaudisio Dantas disse...

nunca imaginei que nadar fosse tão complicado sucesso
http://aflaudisiodantas.blogspot.com/

kacau disse...

Bom Tais, quando aprendi a nadar, eu só me destaquei no nado de costas, pq os outros ficava pra trás fiquei tão decepcionada, de qualquer forma aprendi a nadar, gostei da explicação.

Brazileiro disse...

parei com a natação faz um tempo, mas penso na possiblidade de voltar a praticar esse esporte senssacional!

parabeins pelo blog
sucesso!

Rubens disse...

Lendo sempre seu blog cada vez me interesso em aprender a nadar.

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.cjb.net

Caio Coletti disse...

Legal o post, bem interessante mesmo para alguém que pouco entende do assunto. Parabéns pela desenvoltura em sua área!

Abraço